Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Editais > Uncategorised > Falecimento do professor Márcio Pimentel
Início do conteúdo da página
Administração

Falecimento do professor Márcio Pimentel

Publicado: Domingo, 22 de Julho de 2018, 20h11 | Última atualização em Domingo, 22 de Julho de 2018, 20h22 | Acessos: 1963
imagem sem descrição.

O Instituto de Geociências da UFRGS com enorme pesar informa o falecimento hoje (22/07/2018) de seu ex-Professor, Marcio Martins Pimentel, que prematuramente nos deixou aos 59 anos de idade. Atuou como docente da instituição entre 2009 e 2013, tendo prestado inestimáveis contribuições ao Laboratório de Geologia Isotópica/LGIna condição de coordenador. Seu brilhantismo, simpatia, simplicidade e um raro senso de humor foram alguns dos muitos atributos deste renomado e talentoso cientista, que deixará saudades em todos que tiveram a sorte de com ele conviver.

Márcio Pimentel, como era chamado, nasceu no Rio de Janeiro em março de 1959, filho de Juarez Marques Pimentel e Magali Martins Pimentel. Concluiu seu doutorado na Universidade de Oxford em 1991, sob a orientação dos professores Stephen Moorbath e Paul Taylor. De volta ao Brasil e à Universidade de Brasília implantou o Laboratório de Geocronologia do Instituto de Geociências, tendo sido um cientista de renome nacional e internacional em Geologia Isotópica. A partir de 1992 recebeu inúmeras premiações e honrarias como o Martelo de Prata da Sociedade Brasileira de Geologia, membro da Academia Brasileira de Ciências. Prêmio Fausto Alvim de Excelência Acadêmica, Prêmio Geológico Internacional L.A. Spendiarov da Academia Russa de Ciências e, mais recentemente, Comendador da Ordem Nacional de Mérito Científico. Como parte de sua trajetória acadêmica foi Decano de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade de Brasília, Coordenador-Adjunto na Capes e, em abril de 2018, passou a ocupar a Coordenação da Área de Geociências na mesma instituição. Publicou 190 trabalhos em periódicos de alto impacto, além de 14 capítulos de livros, tenho orientado 15 mestrados e 14 doutorados.  

Apesar de lutar com problemas de saúde nos últimos tempos, não se deixou abater e enfrentou a doença de forma corajosa e otimista, permanecendo ativo na Universidade de Brasília até os últimos dias. O Instituto de Geociências da UFRGS vem a público externar seu mais profundo e carinhoso sentimento de solidariedade à família neste momento de reflexão. Fique com Deus Prof. Marcio.

Prof André Mexias e Prof. Emérito Ari Roisenberg

 

 

Fim do conteúdo da página